Medicina Especialidade Pneumologia

Os critérios para diferenciação entre transudato e exsudato são

  • A.

    relação entre proteína do líquido pleural e sérica maior que 0,5, relação entre desidrogenase lática do líquido pleural e sérica maior que 0,6, desidrogenase lática do líquido pleural maior que 2/3 do limite superior do soro e desidrogenase lática do líquido pleural maior que 200 UI/L.

  • B.

    relação entre desidrogenase lática do líquido pleural e sérica maior que 0,6, proteína do líquido pleural maior que 2,0 g/dL, desidrogenase lática do líquido pleural maior que 2/3 do limite superior do soro e desidrogenase lática do líquido pleural maior que 200 UI/L.

  • C.

    relação entre proteína do líquido pleural e sérica maior que 0,5, proteína do líquido pleural maior que 2,0 g/dL, relação entre desidrogenase lática do líquido pleural e sérica maior que 0,6 e desidrogenase lática do líquido pleural maior que 200 UI/L.

  • D.

    relação entre proteína do líquido pleural e sérica maior que 0,5, proteína do líquido pleural maior que 2,0 g/dL, desidrogenase lática do líquido pleural maior que 2/3 do limite superior do soro e desidrogenase lática do líquido pleural maior que 200 UI/L.

  • E.

    relação entre proteína do líquido pleural e sérica maior que 0,5, proteína do líquido pleural maior que 2,0 g/dL, relação entre desidrogenase lática do líquido pleural e sérica maior que 0,6 e desidrogenase lática do líquido pleural maior que 2/3 do limite superior do soro.