Questões de Concurso de Psiquiatria - Medicina

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 911763

Polícia Técnico Científica - AP (POLITEC/AP) 2017

Cargo: Perito Médico Legista - Especialista em Psiquiatria / Questão 36

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Os transtornos da sexualidade são distúrbios do instinto sexual, fantasias ou comportamento recorrente e intenso que ocorrem de forma inabitual, também designados de parafilias. Em relação às parafilias, é correto afirmar:
  • A. Gerontofilia: atração sexual obsessiva de idosos por pessoas bem mais jovens.
  • B. Dolismo: perversão sexual em que há atração por ovelhas.
  • C. Coprolalia: perversão sexual em que há necessidade do contato físico com fezes humanas.
  • D. Riparofilia: perversão sexual em que há atração sexual por pessoas desasseadas, sujas, de baixa condição social e com pouca (ou nenhuma) higiene.
  • E. Necrofilia: perversão sexual em que há necessidade de relação sexual dentro de necrotérios.

Questão 911765

Polícia Técnico Científica - AP (POLITEC/AP) 2017

Cargo: Perito Médico Legista - Especialista em Psiquiatria / Questão 38

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

O registro do exame psiquiátrico, tanto do ponto de vista clínico, quanto do forense, é essencial. Em relação ao exame psiquiátrico,
  • A. o forense e o clínico são realizados por meio de entrevista e ambos têm a mesma finalidade.
  • B. os principais itens que devem ser mencionados na anotação de um exame clínico são: queixa principal, história pessoal, história familiar, exames e avaliações complementares prévios, diagnóstico e prognóstico.
  • C. o clínico e o forense têm a mesma base e a parte mais importante de ambos é o resultado de exames complementares.
  • D. o forense consiste em avaliação médica acurada com seu registro fiel; explicação médico-legal dos fatos, relacionando os achados clínicos com a legislação vigente; e resposta aos quesitos formulados pelas autoridades e/ou partes.
  • E. a entrevista psiquiátrica forense é de pouca relevância na avaliação pericial, sendo os demais dados dos autos mais importantes.

Questão 911766

Polícia Técnico Científica - AP (POLITEC/AP) 2017

Cargo: Perito Médico Legista - Especialista em Psiquiatria / Questão 39

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

O diagnóstico é a parte mais importante da prática psiquiátrica. O processo diagnóstico em psiquiatria segue os princípios gerais das ciências médicas, porém com algumas particularidades, sendo que
  • A. o diagnóstico de um transtorno psiquiátrico é baseado predominantemente em achados de exames complementares.
  • B. os testes psicológicos e neuropsicológicos auxiliam muito pouco em relação aos diagnósticos diferenciais.
  • C. os exames complementares substituem a entrevista psiquiátrica bem colhida, com exame psíquico minucioso.
  • D. o diagnóstico psicopatológico é baseado em mecanismos etiológicos supostos pelo médico psiquiatra examinador.
  • E. não há sinais e/ou sintomas patognomônicos relacionados a um determinado transtorno mental.

Questão 911768

Polícia Técnico Científica - AP (POLITEC/AP) 2017

Cargo: Perito Médico Legista - Especialista em Psiquiatria / Questão 41

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, um transtorno específico da personalidade é caracterizado como uma perturbação grave da constituição do caráter e das tendências do comportamento individual, envolvendo várias áreas da personalidade e associado à ruptura pessoal e social. Nesse contexto,
  • A. o transtorno de personalidade tende a aparecer no início da infância, perdurar por toda a adolescência até atingir a fase adulta.
  • B. as pessoas com transtorno de personalidade têm atitudes e condutas harmônicas envolvendo as diversas áreas do funcionamento (afetividade, excitabilidade, controle de impulsos etc.).
  • C. no transtorno de personalidade dependente há subordinação de suas próprias necessidades em relação as dos outros e capacidade limitada de tomar decisões cotidianas.
  • D. no transtorno de personalidade esquizoide há preocupação com explicações conspiratórias e autovalorização excessiva.
  • E. no transtorno de personalidade anancástico há autodramatização com grande teatralidade e afetividade superficial e lábil.

Questão 911769

Polícia Técnico Científica - AP (POLITEC/AP) 2017

Cargo: Perito Médico Legista - Especialista em Psiquiatria / Questão 42

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Segundo as diretrizes diagnósticas da Organização Mundial da Saúde, o transtorno de personalidade antissocial apresenta
  • A. indiferença insensível pelos sentimentos alheios.
  • B. capacidade limitada para expressar sentimentos calorosos, ternos ou raiva para com os outros.
  • C. tendência a guardar rancores persistentemente, isto é, recusa a perdoar insultos e injúrias ou desfeitas.
  • D. preocupação excessiva com atratividade física.
  • E. perfeccionismo que interfere com a conclusão de tarefas.

Questão 911770

Polícia Técnico Científica - AP (POLITEC/AP) 2017

Cargo: Perito Médico Legista - Especialista em Psiquiatria / Questão 43

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

A imputabilidade é a capacidade de realizar um ato com discernimento pleno. Existem alguns limites e modificadores biopsicossociais da imputabilidade, tais como
  • A. emoção, tristeza e cegueira.
  • B. tristeza, prodigabilidade e riqueza.
  • C. riqueza, pobreza e tristeza.
  • D. idade, cegueira e prodigabilidade.
  • E. nível sociocultural, pobreza e emoção.

Questão 911774

Polícia Técnico Científica - AP (POLITEC/AP) 2017

Cargo: Perito Médico Legista - Especialista em Psiquiatria / Questão 47

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Quando houver dúvida da capacidade mental do acusado em processo penal, o juiz poderá solicitar o exame de sanidade mental de ofício ou por requerimento de terceiros. Poderá requerer o referido exame
  • A. qualquer pessoa que tenha conhecimento da doença mental e comunique o juiz.
  • B. Ministério Público, defensor, curador e qualquer pessoa que tenha conhecimento da doença mental.
  • C. defensor, curador e vizinho.
  • D. ascendente, descendente, irmão ou cônjuge do acusado, desde que seja advogado.
  • E. ministério Público, defensor, curador, ascendente, descendente, irmão ou cônjuge do acusado.

Questão 911775

Polícia Técnico Científica - AP (POLITEC/AP) 2017

Cargo: Perito Médico Legista - Especialista em Psiquiatria / Questão 48

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Em relação à avaliação de imputabilidade penal em casos de demência, é correto afirmar:
  • A. No processo inicial de deterioração mental por doença vascular há facilitação para delinquir.
  • B. A demência afeta a capacidade de autodeterminação, sem causar danos ao entendimento dos atos.
  • C. Nas demências, mesmo em quadros iniciais, pode haver diminuição da impulsividade, reduzindo sua influência em episódios violentos.
  • D. Nos quadros de demência há comprometimento do comportamento social e da função cognitiva, porém sem afetar o controle emocional.
  • E. O requisito primário para o diagnóstico de demência é a obnubilação da consciência.

Questão 911776

Polícia Técnico Científica - AP (POLITEC/AP) 2017

Cargo: Perito Médico Legista - Especialista em Psiquiatria / Questão 49

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

A intoxicação alcoólica patológica é caracterizada por
  • A. rebaixamento do nível de consciência após a ingestão de qualquer quantidade de bebida alcoólica.
  • B. carência emocional exacerbada com necessidade de toque interpessoal, inclusive com pessoas desconhecidas.
  • C. apego demasiado em relação às próprias vestes e de terceiros.
  • D. desproporção entre a quantidade de álcool ingerida e a magnitude da reação apresentada pela pessoa.
  • E. memória e atenção preservadas em relação a todos os atos efetuados durante a intoxicação.

Questão 911777

Polícia Técnico Científica - AP (POLITEC/AP) 2017

Cargo: Perito Médico Legista - Especialista em Psiquiatria / Questão 50

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Em relação aos crimes passionais, é correto afirmar:
  • A. A passionalidade não tem relação com atividade cerebral de neurotransmissores.
  • B. O passional tem um amor genuíno, de doação.
  • C. A pessoa mata por sentimento de desprezo e recusa.
  • D. As fases da loucura passional são descritas como ciúme patológico e amor verdadeiro seguido de orgulho ferido.
  • E. Os criminosos passionais são organizados e cometem delitos planejados.