Medicina Especialidade Psiquiatria

Paulo, 32 anos, dá entrada no pronto-socorro com relato de estar tendo "visões" de vultos que se parecem com pessoas que estão atrás do mesmo, nos últimos 3 dias. Relata fazer uso de bebida alcoólica desde os 16 anos de idade e de que, ultimamente, tem feito uso de cerca de 1000ml/dia de pinga. Descreve se sentir muito mal, pela manhã, tendo que beber logo que acorda para parar de tremer. Na avaliação inicial apresentava-se, também, com tremores grosseiros de membros, taquicardia (Freq. Cardíaca de 120bpm), PA – 139/98 mmHg, náuseas, vômitos, sudorese profusa e dificuldade na marcha. A avaliação da pontuação da Ciwa-Ar foi de 28. O diagnóstico e a melhor conduta neste caso seria:

  • A.

    Síndrome de abstinência ao álcool grave. Internação imediata do paciente para tratamento com suporte hidroeletrolítico e vitamínico, farmacoterapia com benzodiazepínicos.

  • B.

    Dependência do álcool. Encaminhamento para a rede básica de saúde para acompanhamento ambulatorial.

  • C.

    Síndrome de abstinência ao álcool leve. Internação em hospital-dia para acompanhamento social do quadro.

  • D.

    Delirium tremens. Internação em hospital psiquiátrico para tratamento da psicose.

  • E.

    Esquizofrenia paranóide e abuso de álcool. Acompanhamento ambulatorial com antipsicótico e benzodiazepínico.