Medicina Especialidade Psiquiatria

Considere

I. Distimia é menos incapacitante que o episódio depressivo maior. Estudos naturalísticos mostram que o comprometimento do funcionamento social e ocupacional da distimia é menor quando comparado ao comprometimento causado pelos episódios depressivos maiores.

II. Os antidepressivos são efetivos no tratamento agudo das depressões moderadas e graves. O índice de resposta em amostras com intenção de tratamento (intention-to-treat) variam entre 50% a 65% contra 25% a 30% mostrada por placebo em estudos clínicos randomizados.

III. A depressão é um transtorno recorrente. Menos de 50% dos indivíduos que receberam tratamento para um episódio depressivo terão um segundo episódio depressivo ao longo de suas vidas.

IV. A depressão é mais freqüente em mulheres. A prevalência de depressão é 2 a 3 vezes mais freqüente em mulheres do que em homens.

 V. Os antidepressivos são efetivos no tratamento agudo da distimia. Uma meta-análise de 15 ensaios clínicos randomizados para tratamento de distimia mostrou que 55% dos pacientes respondem a antidepressivos comparados com 30% ao placebo.

 VI. Tratamentos psicológicos específicos para episódio depressivo são efetivos, com maior evidências para depressões leves. Estudos controlados mostraram que psicoterapia cognitiva, psicoterapia interpessoal e psicoterapia de solução de problemas são efetivas no tratamento dos episódios depressivos leves.

É correto o que consta APENAS em

  • A.

    II, III, IV e V.

  • B.

    I, II, IV e VI.

  • C.

    III, IV, V e VI.

  • D.

    I, II, IV e V.

  • E.

    II, IV, V e VI.