Medicina Especialidade Psiquiatria

Segundo o DSM-IV-TR, são critérios para o diagnóstico da Fuga Dissociativa:

I. Confusão acerca da identidade pessoal ou adoção, parcial ou completa, de uma nova identidade.

 II. A perturbação ocorre exclusivamente durante o curso de um Transtorno Dissociativo de Identidade.

III. A perturbação predominante consiste de um ou mais episódios de incapacidade de recordar informações pessoais importantes, em geral de natureza traumática ou estressante, demasiadamente extensa para ser explicada pelo esquecimento normal.

IV. A perturbação predominante é uma viagem súbita e inesperada para longe de casa ou do local costumeiro de trabalho do indivíduo, com incapacidade de recordar o próprio passado.

 Estão corretos os critérios

  • A.

    I, II e IV.

  • B.

    I e IV.

  • C.

    I e III.

  • D.

    II e III.

  • E.

    II e IV.