Medicina Especialidade Psiquiatria

Um paciente é levado ao pronto socorro, por policiais que solicitam a internação em virtude de estar perambulando na rua, entre os carros. É usuário compulsivo de crack, apresentando sintomas psicóticos e verbaliza não querer ser internado. Os familiares desistiram do tratamento por achar que “não tinha mais jeito”. Entretanto, alguns parentes mais distantes, primos, se opõem à internação. O médico determina a internação a contragosto da família, após fazer um boletim de ocorrência policial (BO) e solicitar uma autorização judicial.

  • A.

    Trata-se de uma internação involuntária.

  • B.

    O médico não pode se abster de internar em virtude da ordem judicial.

  • C.

    Trata-se de uma internação compulsória.

  • D.

    O médico deve exigir a participação da família através do Ministério Público.

  • E.

    O paciente não deve ser internado.