Medicina Especialidade Psiquiatria

Uma jovem de 22 anos, obesa desde criança (atualmente com IMC=32), sentiase triste e impotente em relação ao seu peso. Por indicação de seu endocrinologista, iniciou uso de femproporex 20mg/d, há 03 semanas. Notou há 10 dias, desânimo, labilidade emocional e anedonia. Refere também dificuldade de raciocínio e concentração, além de insônia e diminuição da libido. Qual a hipótese diagnóstica e a conduta indicada para o caso?

  • A.

    Distimia, associar citalopram 40mg/d.

  • B.

    Depressão endógena, associar fluoxetina 40mg/d.

  • C.

    Depressão exógena, suspender femproporex.

  • D.

    Depressão reativa, associar psicoterapia.

  • E.

    Depressão bipolar, iniciar carbonato de lítio.