Medicina Especialidade Psiquiatria

O que torna os antipsicóticos de segunda-geração, também chamados de atípicos, com menor potencial para efeitos de liberação extrapiramidal é:

  • A.

    maior predominância da afinidade serotoninérgica sobre a dopaminérgica (expressa na razão 5HT2/D2) e a dissociação rápida (ocupação/desocupação) de receptores D2.

  • B.

    maior associação entre um efeito agonista dopaminérgico, associado a efeito noradrenérgico seletivo.

  • C.

    rápida ação no processo de metabolização dopaminérgica em locais de alta concentração de dopamina.

  • D.

    efeito agonista parcial sobre receptores serotoninérgico em córtex pré-frontal e estriado.

  • E.

    efeito seletivo sobre receptores D4 e D5 nas vias tuberoinfundibular, reduzindo o aumento de prolactina.