Medicina Especialidade Psiquiatria

Maria revelou que, há dez anos, furta pequenos objetos, sem relevância econômica, na casa de familiares, objetos esses que são descartados posteriormente. Ele complementou que, há pelo menos um ano, os episódios de furto tornaram-se cada vez mais recorrentes e acontecem em vários contextos, como casa de amigos e lojas, até que, recentemente, foi indiciada por furto em uma loja de departamentos.

Com base no caso clínico relatado, assinale a opção correta.

  • A.

    Na cleptomania, a finalidade é o ato de furtar e não o objeto furtado em si mesmo.

  • B.

    Os impulsos, nesses casos, são recorrentes e irresistíveis, mas não intrusivos.

  • C.

    Os furtos são planejados; logo, não ocorrem se houver alto risco de flagrante imediato.

  • D.

    As prisões por furto melhoram consideravelmente a resistência do indivíduo ao impulso de furtar.

  • E.

    No transtorno apresentado, após o ato de furto, presume-se que deve haver gratificação e redução da tensão, sempre com sentimentos de culpa, depressão e remorso.