Medicina Especialidade Psiquiatria

Em relação a estudos epidemiológicos para a esquizofrenia, é correto afirmar que

  • A. a concordância entre gêmeos monozigóticos é cerca de 50%, enquanto a do gêmeo dizigótico é de 15%, confirmando a presença de componente genético e ressaltando também o fator ambiental.
  • B. a esquizofrenia não tem componente genético, pois a concordância entre gêmeos monozigóticos não é de 100%.
  • C. a demonstração da agregação familiar de uma doença confirma a influência genética e exclui a ambiental.
  • D. estudos de adoção não tem lugar na avaliação epidemiológica da esquizofrenia, pois investigam apenas a influência ambiental.
  • E. o componente genético para esquizofrenia responde por apenas 10% da susceptibilidade total de desenvolver a doença.